Viva Tavira

Freguesia de Santa Luzia

A primeira construção que existiu na área da actual povoação de Santa Luzia foi a Ermida, que deu lugar, posteriormente, à actual igreja. O templo foi descrito por Frei João de S. José, em 1577 na Corografia do Reino do Algarve, “Desta barra (de Tavira) à de Faro corre um braço de mar por dentro de terra tanto quanto um tiro de espingarda e às vezes mais ou menos, a que os de Tavira chamam Rio de Santa Luzia, por causa de uma ermida que junto dele está.”
Fontes documentais permitem concluir que a Ermida deverá ter sido edificada entre 1511 e 1577.(...)
Entre a Terra Estreita e a Praia do Barril situavam-se os melhores pesqueiros das xávegas de toda a costa tavirense. Foi da arte da xávega que viveram a maior parte dos pescadores de Tavira, ainda para além do segundo quartel do século XVIII, quando nesta costa se instalou a primeira armação de pesca do atum. (...)
Em 1927 as autoridades fazem a abertura do canal-barra das Quatro-Águas, ligando a Ria ao Mar, frente ao rio Gilão. Puderam então os pescadores de Santa Luzia encurtar significativamente a distância que os separava do alto mar e abandonar os seus habituais varadouros, da praia em frente, trazendo as suas embarcações para junto de casa, para a Ria.
Foi nesta época que se começaram a dedicar, por mais rendosa, à pesca do polvo, com alcatruzes, ou à do carapau com a sacada, abandonando as antiquíssimas xávegas.(...)
Santa Luzia foi elevada à qualidade de freguesia independente pela lei n.º 54/84 de 29 de Dezembro.


in: www.anafre.pt

Descrição - Santa Luzia de Tavira